terça-feira, 20 de março de 2012

MAIS DE 30% DOS MANANCIAIS ESTÃO EM RISCO NO VALE DO IVAÍ



NOS ÚLTIMOS MESES, O USO DE CAMINHÕES-PIPA E INTERRUPÇÕES SEGUIDAS NO ABASTECIMENTO EM LOCALIDADES COMO APUCARANA, JARDIM ALEGRE E IVAIPORÃ TEM AJUDADO A EVIDENCIAR A FRAGILIDADE DAS FONTES DE CAPTAÇÃO UTILIZADAS PELA SANEPAR NA REGIÃO, AINDA MAIS , EM TEMPOS DE ESTIAGEM E DE CONSUMO ELEVADO. NO VALE, 33% DOS MUNICÍPIOS TÊM NASCENTES DE RIOS VULNERÁVEIS.
O GERENTE REGIONAL DA SANEPAR, NELSON MARDEGAN, RELATA QUE SÃO UTILIZADAS ESTAÇÕES DE CAPTAÇÃO SUPERFICIAL PARA O ABASTECIMENTO DE APUCARANA, CALIFÓRNIA, CAMBIRA, JANDAIA DO SUL, FAXINAL, IVAIPORÃ, LUNARDELLI, ROSÁRIO DO IVAÍ, SÃO PEDRO DO IVAÍ, SÃO JOÃO DO IVAÍ, RIO BRANCO DO IVAÍ, GODOY MOREIRA E DISTRITOS DE MARILÂNDIA DO SUL. RIOS, NO ENTANTO, DE QUASE 40% DESTAS CIDADES ESTÃO MAIS SUSCETÍVEIS DO QUE OUTRAS FONTES AOS IMPACTOS DA FALTA DE CHUVAS NESTA ÉPOCA DO ANO.
“COM UMA ESTIAGEM MAIS PROLONGADA, ESTES MANANCIAIS SOFREM UMA DIMINUIÇÃO DE VAZÃO MAIS ACENTUADA”,DIZ MARDEGAN.
 (Fonte: TNOnline)

Nenhum comentário:

Postar um comentário