quinta-feira, 22 de março de 2012

QUASE METADE DA ÁGUA USADA NA AGRICULTURA É DESPERDIÇADA


 clique para ampliar o grafico

IRRIGAÇÕES MAL-EXECUTADAS E FALTA DE CONTROLE DA QUANTIDADE USADA ESTÃO POR TRÁS DO USO INCONSEQUENTE DA ÁGUA DOCE NO BRASIL. O SETOR QUE MAIS CONSOME É TAMBÉM O QUE MAIS DESPERDIÇA ÁGUA DOCE NO BRASIL. A AGROPECUÁRIA USA 70% DA ÁGUA NO PAÍS, PORÉM QUASE METADE DESSE MONTANTE É JOGADA FORA. AS ESTIMATIVAS SÃO DO FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO. ENTRE OS MOTIVOS DO DESPERDÍCIO ESTÃO IRRIGAÇÕES MAL-EXECUTADAS E FALTA DE CONTROLE DO AGRICULTOR NA QUANTIDADE USADA EM LAVOURAS E NO PROCESSAMENTO DOS PRODUTOS. OS IMPACTOS RECAEM SOBRE O ECOSSISTEMA, JÁ QUE LENÇÓIS FREÁTICOS E RIOS SOFREM COM A FALTA DE CHUVAS E CORREM O RISCO DE SECAR AO LONGO DOS ANOS. O ÚLTIMO LEVANTAMENTO DO SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE O SANEAMENTO (SNIS), DO MINISTÉRIO DAS CIDADES, MOSTROU QUE A MÉDIA DE CONSUMO DIÁRIO DE ÁGUA DE CADA BRASILEIRO É DE 150 LITROS, O QUE RESULTA EM UM CONSUMO MÉDIO ANUAL DE 10,4 TRILHÕES DE LITROS NO PAÍS. DESSE TOTAL, POUCO MAIS DE 7 TRILHÕES SÃO DESTINADOS À AGRICULTURA, QUE ACABA DESPERDIÇANDO CERCA DE 3 TRILHÕES DE LITROS DE ÁGUA.
(Fonte: Gazeta do Povo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário