terça-feira, 27 de março de 2012

REGIONAIS DISCUTEM SAÚDE DO IDOSO EM APUCARANA

A POPULAÇÃO IDOSA CRESCEU 700% NOS ÚLTIMOS 50 ANOS NO BRASIL. SEGUNDO O ÚLTIMO CENSO DEMOGRÁFICO, 10,8% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA É CONSTITUÍDA POR PESSOAS ACIMA DE 60 ANOS. A MUDANÇA NO PERFIL DO BRASILEIRO PEDE UM NOVO OLHAR SOBRE AS ESTRATÉGIAS DE SAÚDE. ONTEM, PROFISSIONAIS DAS REGIONAIS DE APUCARANA, IVAIPORÃ, CORNÉLIO PROCÓPIO, LONDRINA E JACAREZINHO, SE REUNIRAM NO CENTRO DE EVENTOS DO COLÉGIO SÃO JOSÉ, EM APUCARANA, PARA DISCUTIR A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO À SAÚDE DA PESSOA, INCLUSA NO MAPA DE ESTRATÉGIA DA SECRETARIA DO ESTADO DA SAÚDE (SESA) ESTE ANO.
DE ACORDO COM O COORDENADOR DA DIVISÃO DE SAÚDE DO IDOSO DA SESA, RUBENS BENDLIN, ESTA É A QUARTA REUNIÃO DO GÊNERO QUE ACONTECE NO ESTADO. ELE OBSERVA QUE A POPULAÇÃO IDOSA APRESENTA DEMANDAS ESPECÍFICAS, O QUE REQUISITA TAMBÉM UMA ABORDAGEM DIFERENCIADA NO ATENDIMENTO EM SAÚDE.
A CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA GANHOU ÊNFASE NA PAUTA DO ENCONTRO MACRORREGIONAL. PARA BENDLIN, O CARTÃO FUNCIONA COMO UM MINI-PRONTUÁRIO, ONDE FICA REGISTRADO PESO, MEDICAÇÃO UTILIZADA E A CAPACIDADE FUNCIONAL DO IDOSO. DE ACORDO COM O COORDENADOR, 67% DOS MUNICÍPIOS PARANAENSES JÁ FAZEM USO DO REGISTRO COMO FORMA DE CONHECER MELHOR O PACIENTE.
(Creditos: TNonline)

Nenhum comentário:

Postar um comentário